Ponta Verde, um dos bairros mais bonitos de Maceió

Orla da Praia de Ponta Verde
Orla da Praia de Ponta Verde

Ponta Verde é um bairro nobre e uma praia badalada de Maceió. Nela encontram-se excelentes restaurantes e hotéis. Possui mar calmo, com trechos de praia larga próprios para a prática de esportes.

Do acidente geográfico, surgiu o nome Ponta Verde; ponta vem de terra que avança pelo Oceano Atlântico, e o verde devido a imensa quantidade de matagal e coqueiros que existiam no local.

Ponta Verde na década de 60
Ponta Verde na década de 60

Até meados do século XX, a Ponta Verde era um dos mais remotos bairros da cidade, por pertencer à parte baixa, ao nível do mar, enquanto a parte alta era a mais povoada e valorizada.

Por volta da década de 40, os garotos se arriscavam por aqueles caminhos que eram cercados por inúmeros coqueiros, segundo o relato do senhor Miguel Vassalo Filho, historiador que mora no bairro da Ponta Verde e estuda a origem das ruas de Maceió. Ele conta que isso ocorreu entre as décadas de 40 e 50 e que eram feitas excursões, que partiam do ponto onde está o AIC (Alagoas Iate Clube), até a Lagoa da Anta, onde encontramos hoje o hotel Jatiuca.

O empresário Mauro Vasconcelos, conta que alguns anos mais tarde, o sítio foi comprado por seu avô, o senhor Álvaro Otacílio de Vasconcelos (nome da principal avenida da Ponta Verde que fica a beira mar).

A área do bairro permaneceu em forma de sítio, aproximadamente, até a década de 1960 quando, então, começou a ser povoada, primeiramente, com a iniciativa do senhor Álvaro Vasconcelos de lotear a região; e, posteriormente , com o crescimento dos bairros de Pajuçara e Ponta da Terra, as pessoas foram povoando a região mais próxima desses bairros que é o atual bairro de Ponta Verde.

Gogó da Ema

Na praia existiu um dos pontos turísticos mais cantados, versados e contados de Maceió, o Gogó da Ema, um coqueiro que nasceu torto à beira-mar e tinha a forma do pescoço de uma ema, derrubado pelo avanço do mar na década de 1960. Era o local dos encontros entre namorados nas décadas de 1950 e 1960. De lá se observa, quando da lua cheia, um espetáculo visual dos mais encantadores. Hoje no local existe um clube, o Alagoas Iate Clube, ponto de divisão entre as praias da Ponta Verde e dos Sete Coqueiros.

Coqueiro Gogó da Ema, um patrimônio histórico e da memória dos alagoanos.
Coqueiro Gogó da Ema, um patrimônio histórico e da memória dos alagoanos.

A partir dos anos 1970, houve um intenso investimento privado e público na parte baixa. Avenidas, ruas, casas de luxo, edifícios e hotéis migraram para a área, além de toda a elite econômica de Maceió, transformando-o no bairro mais nobre e um dos mais densos da cidade.

Hoje no bairro quase não se acha mais casas por causa do maciço investimento de construtoras na construção de novos edifícios, fazendo com que a área seja atualmente supervalorizada e visada por brasileiros que buscam uma vida calma e com grande qualidade de vida.

Ponta Verde Bairros Maceió

Limites do Bairro

Área de 1.375 Km2 com perímetro 5.721m

Ao norte com Jatiuca, ao sul com  Pajuçara e Oceano Atlântico, ao Leste comOceano Atlântico e Oeste com Ponta da Terra e Poço.

Projeto de Lei Nº 5.041 altera a lei 4.687/98, que dispõe sobre o perímetro urbano de Maceió e inclui o abairramento da zona urbana e dá outras providencias.

Lei municipal 4.952, de 6 de janeiro de 2000, define a descrição do perímetro do Bairro da Ponta Verde. Ponto inicial e final: Encontro da Rua Sarg. Alberto M. da Costa com Rua Deputado José Lages. Do ponto inicial segue pela Rua Dep. José Lages. Continua pela travessa Hélio Pradines até a Rua Prefeito Abdon Aroxelas prolongando-a até a margem do Oceano Atlântico, na praia da ponta verde. segue pela orla marítima ate encontrar o prolongamento  da rua Eng.º Demócrito Sarmento Barroca. Daí, percorre a rua Eng.º Demócrito Sarmento Barroca ate encontra a rua Engº Mario de Gusmão. segue pela mesma ate a rua José G. Pereira do Carmo. Dai segue até a rua Durval Guimarães. Segue por essa ate encontrar a Travessa Senador Firmino Vasconcelos. Continua pela mesma ate encontrar a rua Soldado Eduardo dos Santos. Dai segue pela mesma ate o ponto inicial, no seu encontro com a Rua Deputado José Lages. Publicado no Diário Oficial do Município – DOM, em 7 de janeiro de 2000.

Fim de Tarde em Maceió. Estava realmente fantástico! Foto de hoje.

A photo posted by Maceió.com.br (@portalmaceio) on

Link reduzido da notícia (Short Link): http://www.maceio.com.br/Ykr7I
COMPARTILHAR