SEM OBRAS! – Empresas da Construção Civil paralisam suas atividades

Mesmo não havendo proibição no setor, empresas decidem adotar medidas de prevenção

Imagem da Internet

O setor de Construção Civil foi uma das poucas exceções no Decreto publicado pelo governador Renan Filho, nas medidas de prevenção ao coronavírus. As atividades da área não foram proibidas, e as obras continuaram normalmente.

Em Maceió, algumas obras estão funcionando, e a situação causou revolta à população. Em serviços como este, existe uma aglomeração de pessoas, pois é necessário um número expressivo de trabalhadores. Consequentemente, seria uma porta aberta para a proliferação do vírus.

Diante disto, algumas construtoras tomaram a iniciativa de dispensar seus funcionários e paralisar suas obras, a partir de amanhã, 24. Uma atitude acertada, pois é em prol da saúde de todos, em combate ao Covid-19.

Em nota, a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (ADEMI/AL), comunicou a paralisação das atividades de suas empresas associadas, pelo período de quinze dias.

Na íntegra:

A Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas – ADEMI/AL, mesmo ciente de que a atividade de construção civil está incluída nas exceções à regra de paralisação decretada pelo Governo do Estado de Alagoas, por deliberação da maioria de sua Diretoria, vem, através da presente, SUGERIR às empresas associadas que, em sendo possível, determinem a paralisação de suas obras por um período de 15 (quinze) dias, haja vista que tal medida contribuirá na minimização da possibilidade de contágio de nossos colaboradores e seus familiares, pelo corona vírus.

Jubson Uchôa

Presidente

 

 

COMPARTILHAR