Safra recorde é resultado de incentivo ao produtor e tempo favorável, diz Renan Filho

A previsão de uma safra recorde de grãos em Alagoas foi comemorada nesta quinta-feira (20) pelo governador Renan Filho, durante a entrega de oito tratores agrícolas e cinco colhedoras de forragem para pequenos agricultores ligados a sete associações e cooperativas de produção do interior do Estado.

img class=wp-image-1219 size-full src=http://jornalmaceio.com.br/wp-content/uploads/2017/07/marx-renan-alvaro-trator-safra-graos.jpg alt= width=900 height=638 / Safra recorde é resultado de incentivo ao produtor e tempo favorável, diz Renan Filho. Foto Thiago Sampaio

Na avaliação de Renan Filho, os investimentos feitos pelo Governo de Alagoas no desenvolvimento da agricultura, principalmente com o incentivo ao pequeno produtor, foram coroados com as chuvas que vêm caindo em Alagoas nos últimos meses, resultando na grande produção esperada para a próxima colheita. O governador Renan Filho também destacou o papel do Estado na diversificação de culturas, com o incentivo à piscicultura, à produção de leite e cultivo de grãos como alternativa em meio às dificuldades do setor sucroenergético.

Fazia muitos anos que não chovia em Alagoas como está chovendo agora. Espero que, com esse momento, a gente tenha uma grande safra. Tudo indica que, no próximo ano, teremos uma safra de grãos recorde em Alagoas. Hoje mesmo eu fui ao Agreste e puder ver grandes plantios de milho, de amendoim, se soja. Nós temos o Programa de Distribuição de Sementes, que entregou ao pequeno agricultor alagoano 1.250 toneladas de sementes este ano; os kits de Irrigação, os financiamentos da Desenvolve, a assistência técnica da Emater, o Programa do Leite, o peixamento de açudes, de maneira que hoje nós temos uma diversidade grande de produção agrícola e executamos uma infinidade de ações que beneficiam, sobretudo, os pequenos produtores”, destacou Renan Filho.

De acordo com dados divulgados pelo IBGE, Alagoas registrou um aumento de 253,4% em área plantada com grãos, totalizando 88.549 hectares. A previsão é de um aumento de 109,8% na produção, chegando a 80,1 mil toneladas.

strongValorização/strong

Os equipamentos agrícolas entregues nesta quinta-feira são resultado de uma emenda parlamentar no valor de R$ 735 mil, de autoria do deputado federal e hoje ministro do Turismo Marx Beltrão junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), direcionada ao Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (Emater/AL).

As máquinas beneficiaram os agricultores ligados ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Piranhas; à Cooperativa dos Produtores de Laranja Lima do Mundaú (Cooplal); à Cooperativa Agropecuária e Industrial de Arapiraca (Capial); à Cooperativa dos Produtores Rurais de Arapiraca (Cooperal); à Associação de Agricultores de São Sebastião; à Associação de Moradores do Sítio Nazário, de Penedo; à Associação do Sítio Laje Grande, de Senador Rui Palmeira, e à Prefeitura de Olivença.

De acordo com o governador Renan Filho, o Governo de Alagoas também articula a aquisição de tratores, com recursos próprios, para serem distribuídos a pequenos produtores rurais.

img class=size-full wp-image-1220 src=http://jornalmaceio.com.br/wp-content/uploads/2017/07/marx-renan-alvaro-trator-safra-graos-2.jpg alt= width=900 height=629 / Safra recorde é resultado de incentivo ao produtor e tempo favorável, diz Renan Filho. Foto Thiago Sampaio

“O Estado também está comprando agora 120 novos tratores. O Governo aderiu a uma ata e nós vamos possibilitar a entrega desses equipamentos a cooperativas, pequenos agricultores, prefeituras. Vamos fazer a maior distribuição de equipamentos que Alagoas já viu e queremos fazer isso todos os anos. O Estado vai continuar distribuindo as sementes e começar a distribuir as máquinas, valorizando o homem do campo e o pequeno agricultor para desenvolver cada vez mais a agricultura familiar. É ela que melhora a vida das pessoas no campo”, disse o governador.

De acordo com o ministro Marx Beltrão, que esteve presente à solenidade na sede da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), a atenção dada pelo Estado tem sido o maior incentivo ao produtor rural de Alagoas. “Quem vem do campo sabe a importância dessa valorização. Mais de 60% do que consumimos é produzido pelo pequeno agricultor e é nossa obrigação, em Alagoas e em Brasília, defender as grandes bandeiras da agricultura familiar, como a renegociação das dívidas e o fortalecimento dos programas de aquisição de alimentos”, afirmou o ministro.

bTexto de Petrônio Viana/b

Link reduzido da notícia (Short Link): http://www.maceio.com.br/s2KL8